terça-feira, 29 de maio de 2012

Apesar de tudo...sobreviver à perda...afinal, a vida é maior dom dado a todos... After all ... survive the loss ... after all, life's greatest gift given to all ...

Depois de um dia não muito bom, sempre passa-se uma noite, e sempre haverá um novo dia...

Sempre quando tenho dias ruins, imagino que haverá uma noite, e, conseqüentemente, um novo dia surgirá, trazendo consigo novas expectativas, novas esperanças e um novo olhar sobre a vida...
Erro.o dia começa com resquícios de noite mal-dormidas, mesmo quando se toma paliativos(remédios) para se alcançar o sono....
hoje acordei ainda era noite e me pus a pensar ...pensar...   



Nossa, como o ser humano é inconstante, só enxerga o que quer, do modo que quer e não percebe quantas vezes joga fora, as oportunidades que o Criador, tão amorosamente nos dá....
Pensei em um poema de Pablo Neruda, (amo muito Neruda, suas palavras são mágicas pra mim)...Insônia... 
"

POSSO ESCREVER OS VERSOS...

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.

Escrever, por exemplo: «A noite está estrelada,
e os astros azuis tiritam na distância»

Gira o vento da noite pelo céu e canta 

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Tanto amei, e por vezes ela também me amou.

Em noites como esta tive-a eu nos meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.

Ela amou-me, por vezes eu também a amava.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que a perdi já.

Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.
E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.

Que Importa que o meu amor não pudera guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.

Isso é tudo. Bem  longe alguém canta. Lá longe.
A minha alma não se conforma  com havê-la perdido

Como trazê-la o meu olhar a procura
O meu coração a busca e ela não está comigo.

A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores.
Nós dois, os de outrora, já não somos os mesmos.

Já não a quero, é certo, porém quanto eu a amei.
Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido.

De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
Sua  voz, o corpo claro. Seus olhos infinitos.

Já não a quero, é certo, mas talvez a ame ainda.
É tão breve o amor, tão longo o esquecimento.

Porque em noites como esta a tive entre meus braços,
a minha alma não se conforma em  com havê-la perdido.

Embora esta seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo.

(De Veinte poemas de amor Y una cancion desesperada)

Pois então...tive uma noite longa...muito longa...tão longa a ponto de me jogar em livros de certa forma esquecidos na prateleira e divagar sobre esse momento delicado, o qual estou vivendo, percebendo assim, que a vida é muito mais do que espera.
Sempre soube que nossa felicidade não está de modo algum anexada a outro ser, outro indivíduo, senão nós mesmo, figuras que vemos todos os dias diante do espelho...
A vida é muito curta, pois, entre bilhões de anos de existência do mundo, vivemos no máximo o que? Um século? Um pouco mais um pouco menos... 
Isso é muito pouco tempo, comparado  Criação, Ou ou grande "Big Bang"...
Já não basta passarmos, por necessidade boa parte de nossa vida dormindo, trabalhando para nos alimentarmos com o fruto do nosso suor, ainda  sofremos por amor?????????? Um amor que não nos oferta nada, não se doa, não dispõe???????
Amor é mais que isso...Amor é doação, sem troca, permuta ou preço...Amor é sacrifício, erros ,acertos, erros, acertos...Amor é uma Graça divina, e , como tal, é gratuita, superação de defeitos, manias, debilidades...
Amor é estar junto, lutar junto, estar perto e mesmo que tudo de errado, a gente, em nome do amor dado e recebido gratuitamente, dizemos..."Tudo bem...amanhã será um novo dia, e com certeza, venceremos, superaremos"...
Amor é perdão, é infinito, eterno, pois jamais esquecemos do objeto(ser amado)...
Amor, é ter fé que tudo vai mudar e dar certo, a partir de nós mesmos, pelo amor a sí mesmo...
Mesmo assim...."
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que a perdi já.
Porque em noites como esta a tive entre meus braços,
a minha alma não se conforma em  com havê-la perdido." 
A luz da chama do amor se esvai, e a alma sangra, mas a VIDA, sempre há de continuar...
Sou apaixonada por T.S.Elliot, e sua frase célebre..."te amarei eternamente e ainda depois..."
A vida há de seguir, para que eu ainda possa fazer o que não fiz de bom, viver o que não vivi, ser feliz como nunca fui....ou já fui um dia, mas me esqueci...
 
Não vou seguir minha vida, na solidão enquanto espero... a vida é mais que isso.
...a vida é o novo dia, com a nova chance de viver que me é dada como  graça...
esta semana que passou não fui muito produtiva, mas fui na PROVOPAR NO CURSO DE TRICÔ...As meninas fora mais rápidas que eu, e eu fiz uma  golinha pra minha lindinha Gabriella...
No domingo pela manhã, esmaltei minhas unhas, com Impala, ouro nobre...mas as pobrezeinhas ainda estão quebrando... vou acabar tendo que aderir às luvas , para fazer meus serviços domésticos... 

.










DESEJO DO DIA????????? SIMPLES ASSIM....LER O LIVRO A ROSA PERDIDA, de Serdar Ozkan....


segue abaixo um texto...também sobre uma rosa...

": ROSA BRANCA PERDIDA NA AREIA  >  eu econtrei uma rosa com talo quebrado e petalas descoladas da origem junto a flor perdida na areia e me chamou a atenção que por tras desta sena houve um ato de amor, emoção e de oferta de alguem para alguem e provavelmente o alguem recebedor da rosa era menos emotivos e romântico e acabou deixando pralá e ai provavelmente a jogou na areia por onde ele passou, a rosa produziu uma cena de tristeza como alguém que dizia que pena eu tão bonita e vc me jogou, mais fico feliz por ter sido colhida por alguém e vendida ou dada a uma pessoinha amorosa e de sensibilidade agussada e que  a ofereceu, assim mesmo jogada na areia eu fiz o meu papel de amor a palavra chave que move o mundo"...(texto enviado sobre uma rosa via e-mail, por PPS, um poeta emotivo, vivido e ainda assim,traz inocência nos pensamentos e atitudes... 

beijos, e tenham uma maravilhosa semana...


P.S.: Tem fotos retiradas da Internet, não sei colocar nome dos autores,nem nas que eu mesma tirei, mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS.



sábado, 26 de maio de 2012

Um lindo final de semana a todos, cheio de alegrias, amor, e tudo que desejares pra sí.... A lovely weekend to all, full of joy, love, and everything you desire to itself.

Sobre o amor... o amor com espinhos e dores, mas sempre amor... amor que não morre, não acaba, simplesmente adormece e acorda mais forte, mais intenso....


Hoje, vou apenas desejar um maravilhoso final de semana, com tudo de melhor que vocês desejem a sí....beijos....
 Curtam, aproveitem, esse lindo poema de Kalil Gibran Kalil
   
O Amor
E alguém disse:
Fala-nos do Amor:  

- Quando o amor vos fizer sinal, segui-o;
ainda que os seus caminhos sejam duros e difíceis.
E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos;
ainda que a espada escondida na sua plumagem
vos possa ferir.

E quando vos falar, acreditai nele;
apesar de a sua voz
poder quebrar os vossos sonhos
como o vento norte ao sacudir os jardins.

Porque assim como o vosso amor
vos engrandece, também deve crucificar-vos
E assim como se eleva à vossa altura
e acaricia os ramos mais frágeis
que tremem ao sol,
também penetrará até às raízes
sacudindo o seu apego à terra.

Como braçadas de trigo vos leva.
Malha-vos até ficardes nus.
Passa-vos pelo crivo
para vos livrar do joio.
Mói-vos até à brancura.
Amassa-vos até ficardes maleáveis.

Então entrega-vos ao seu fogo,
para poderdes ser
o pão sagrado no festim de Deus.

Tudo isto vos fará o amor,
para poderdes conhecer os segredos
do vosso coração,
e por este conhecimento vos tornardes
o coração da Vida.

Mas, se no vosso medo,
buscais apenas a paz do amor,
o prazer do amor,
então mais vale cobrir a nudez
e sair do campo do amor,
a caminho do mundo sem estações,
onde podereis rir,
mas nunca todos os vossos risos,
e chorar,
mas nunca todas as vossas lágrimas.

O amor só dá de si mesmo,
e só recebe de si mesmo.

O amor não possui
nem quer ser possuído.

Porque o amor basta ao amor.

E não penseis
que podeis guiar o curso do amor;
porque o amor, se vos escolher,
marcará ele o vosso curso.

O amor não tem outro desejo
senão consumar-se.

Mas se amarem e tiverem desejos,
deverão se estes:
Fundir-se e ser um regato corrente
a cantar a sua melodia à noite.

Conhecer a dor da excessiva ternura.
Ser ferido pela própria inteligência do amor,
e sangrar de bom grado e alegremente.

Acordar de manhã com o coração cheio
e agradecer outro dia de amor.

Descansar ao meio dia
e meditar no êxtase do amor.

Voltar a casa ao crepúsculo
e adormecer tendo no coração
uma prece pelo bem amado,
e na boca, um canto de louvor.
 
Khalil Gibran



P.S.: Tem fotos retiradas da Internet, não sei colocar nome dos autores, mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS...

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Chronos, deus do tempo, como senhor das minhas esperanças...Cronos, god of time, as lord of my hopes...

Uma luta de divindades da mitologia....Chornos X Kairos... MInha luta íntima...

Desde muito pequena, talvez por meu pai ter um extensa biblioteca (ele era Advogado) e nos colégios de freiras onde estudei,anos depois na Universidade e Faculdades que freqüentei, sempre gostei de me esconder do mundo nas bibliotecas, entre os livros, que me ensinavam, faziam viajar, sonhar , eram meus amigos, não zombavam de mim, tomei gosto pela Mitologia, e depois, pela Filosofia...
Sempre me questiono acerca do tempo...Chronos, deus do tempo cronológico, que podemos contar pelos relógios, calendários, que surgiu de sí mesmo, e Kairos,  que teologicamente  é o "tempo de Deus".
Meu tempo, muitas vezes passa depressa, quase não o sinto e em outras ocasiões, é devagar, lento.. Demorei a entender, que o tempo que passa depressa é Chronos, o tempo contado, e o tempo que anseio que passe , é o Tempo de Deus...
Também, desde muito pequena sempre fui ansiosa, rápida, querendo logo que meus desejos se realizassem, como disse anteriormente, alguns chamam de mimada, mas não,  é é urgência... urgência de vida, urgência de resoluções, , soluções, desejos atendidos...
É como se fosse aquele poema de Vinícius, "A Mulher que passa"...Ele clama nesse poema, Meu Deus, eu quero a mulher que passa, ...."Quero logo, quero agora, quero sem demora...
É claro que, o relógio é meu inimigo...e ao mesmo tempo, necessito dele...
Nunca tive medo de envelhecer, de ter meu rosto com rugas, cabelos brancos, e muitas outras coisas que ocorrem conosco na velhice.. A idade  para mim, é apenas um detalhe, detalhe mínimo, é um acúmulo de experiências, aprendizados, pois, temos nosso próprio tempo, como disse Renato Russo, o tempo de cada um, tempo de Deus, que nada tem a ver com relógios ou calendários...
Sou uma mulher movida a emoções, amor, paixão...não consigo viver se não for assim...minha essência só se sobressai com emoções...não sei amar pouco, gostar um pouquinho. 
Só sei amar muito, gostar demais, sentimentos que assolam meu ser, invadem minha alma, que fica marcada, tendo como conseqüência, morrer aos pouco de amor e por amor...
Esta semana, mais uma vez o tempo dos relógios está sendo curto pra mim, no sentido muitas coisas por fazer e nada de alcançar metas, pois ando lenta, (na verdade, sou muito lenta...antes não, era agitada, apreensiva, mas hoje caminho a passos lentos na vida...) menos na caminhada...
Sempre fui de pensar um milhões de coisas ao mesmo tempo, ler 2 livros ou mais ao mesmo tempo, fazer mais de 2 trabalhos na faculdade...sempre consegui adquirir o melhor das minhas aulas e leituras(penso eu)...
Ontem, enquanto caminhava pela beira da rodovia, não fui a praia, pois o mar estava de ressaca...pensei novamente na minha questão existencial prioritária do momento...O TEMPO...Quanto tempo tenho  para esperar, quanto tempo terei para matar minha saudade, quanto o tempo demora quando se espera...é tão ruim esperar, pois não?
Passei a semana fazendo tricô...lentamente, quase não produzi nada...a turma foi produtiva, mas eu estava na lentidão...preocupada com o tempo...e lembrei da música de Caetano, Oração ao Tempo...de uns versinhos, apenas... Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo tempo tempo tempo
O que usaremos prá isso
Fica guardado em sigilo
Tempo tempo tempo tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo tempo tempo tempo
Portanto peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo tempo tempo tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo tempo tempo tempo
Fixei meu olhar nas flores dos vasos da Provopar, e minhas lembranças voaram mais uma vez no tempo...Ah, Chronos, como tens judiado de mim...fiquei tocada com a lindeza das flores, elas fizeram e fazem parte da minha mais linda história...
Com isso, os dias passaram, chegaram os finais de tarde...novos amanhecer...
Mas dentro de mim, pulsa constante , fremente, ansioso, na expectativa de ser vivido plenamente, o amor..
O amor paira em meus pensamentos em todos os instantes, e vem a saudade, vem o amor teimoso, dominando tudo, tudo de mim, tudo que sou, tudo que há em  mim...
às vezes, sinto como se fosse uma nau sem norte, um barco à beira de pedras costeiras sem conseguir enxergar uma luz....Pois você é meu norte, minha direção, meu farol....
E assim, mais um dia se passou e estou à espera...Espera do Tempo de Deus, pois sabiamente... "Há um tempo certo para cada coisa"(Eclesiastes)

Meu desejo do dia? que o tempo resolva todas as questões..sabiamente, de forma que minha alegria se expanda e que chegue logo o momento (tempo) , que eu possa dizer..."Que bom que tudo  deu certo e o amor venceu..."

Beijos a todos....


P.S.: Tem fotos retiradas da Internet, assim como tem fotos minhas, não sei colocar nome dos autores, mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS...



domingo, 20 de maio de 2012

Entre o passado e o futuro, há o presente... E agora? Within the past and the future, there is the present ... And now?

"Fé, é acreditar em algo além de sí mesmo, é ter esperança, amor...

Mais uma vez, volto às virtudes teologais...Fè, Esperança e Amor...
Hoje, caminhando pela praia, que de certo modo não era só minha, pois havia muita gente lá, eu me pus a pensar na fé, em minha conversa com o Criador, O Grande onipotente, onipresente e onisciente, que tudo sabe, tudo vê...
Sempre digo aqui que ando não tendo sonhos, e a ausência de sonhos, é ausência de expectativas...Mais uma vez, digo... reação das ações, do desamor que fui capaz de viver em outrora...
Eu jamais poderei dizer que esqueci, pois isso só acontece com quem perde a memória, ou em uma infelicidade, tem o mal de Alzheimer...
Não sou masoquista, apenas estou aprendendo com erros passados, perdas.O resultado final, foi uma pessoa melhorada, sim, mas também que na insegurança de mulher movida pelo amor, pela paixão, adquiriu medo. Medo do risco....
Esse medo, é nosso pior inimigo, assim como nossas inseguranças são plantadas não pelos outros , mas por nós mesmos, somos nossos piores inimigos, conhecemos nossas próprias fraquezas, sabemos onde é nosso calcanhar de Aquiles...
Ainda acredito no amor e na força que ele nos dá, na paixão e na plenitude que ela nos eleva...
Hoje, nessa íntima conversa com o Criador, percebi uma moça observando um surfista, mas também que ela parecia etérea,seu olhar parecia estar além da linha do horizonte...necessitei pedir a ela que permitisse que eu tirasse uma foto dela, linda Roberta...
Logo pensei no tempo que perdemos questionando coisas, sentimentos, acontecimentos, discutindo assuntos que de certo modo nem são tão importantes assim...
Nós não gostamos de ceder, somos seres imperativos, o que é uma pena, pois, para todas as questões há um acordo, para todas as situações há uma solução feliz...
Para todo caminho de ida, há um retorno, nada é definitivo, quando se trata de sentimentos tão essenciais, ou até arrisco dizer a maior riqueza do ser humano...O AMOR.
"Ter fé, é lutar pelo amor com muita esperança, até as últimas consequências, até o último suspiro, a última gota de vida de nosso frágil corpo...Mas não é qualquer sentimento como costume, carinho, respeito.. digo amor mesmo, amor que supera tudo, supera separações, distâncias, erros, acertos, tempestades, vendavais...AMOR que deixa tudo, todos e corre para alcançar o ser amado, e, mesmo com erros , tempestades, medos, tem a expectativa, ou seja, sonho de terminar a vida juntos, unidos...
Na minha volta pra casa, um pouco antes de começar a chover, aliás, hoje o dia foi todo assim, chove, pára, chove, pára...encontrei um casal de enamorados, andando na beira do mar de mãos dadas, conversando um com o outro, sorrindo...Ele, 87 anos, ela 85 anos...Senhor Antonio e dona Georgette. 68 anos de casados, e como disse ele, felizes e ela abençoada união...
Confesso que achei lindo...lindo. 
Eles comentaram que sempre superaram as dificuldades, os erros e acertos um do outro.
Eu, toda emocionada, passei o dia pensando no amor...
Amor que eu almejo, amor que não esqueço, amor que me faz viver, respirar, apesar de....ou seja, apesar de qualquer  coisa...
Voltei pra casa, sonhando com mãos entrelaçadas, com beijos ao luar, com flores surpresas na minha frente, com corpos dormindo entrelaçados, superando tudo, suportando tudo, enfrentando tudo e todos, em nome do sentimento mais nobre existente, pois o próprio Criador é amor...amor a sí, amor ao outro amor às pessoas e criaturas....
Mas nem tudo que se quer, está em nossas mãos...Então só nos resta a espera...o tempo, tempo que pra quem espera é lento, tempo que  cada minuto valem horas, cada dia uma vida...E lembrei de uma música que diz mais ou menos assim..."Quanto tempo demora um mês, pra passar... a vida inteira de um inseto, um embrião pra virar feto, a folha no calendário,o trabalho pra ganhar o salário..."(Biquini Cavadão)
E logo pensei em outra que só sei essa parte..."Quanto tempo tenho, pra matar essa saudade..."
Agora, digo com toda certeza, minha fé é grande, minha esperança maior ainda então, imagine só o amor...é imenso, intenso, descomunal...sem limites ou barreiras insuperáveis....
Por que, tanto amor? Não sei, pois como dizia Drummond.. "Eu te amo porque te amo, sem razões..."
Sei apenas que "te amarei eternamente e ainda depois..."

DESEJO DO DIA? 
QUE O TEMPO PASSE E QUE AS COISAS FIQUEM BEM,QUE O AMOR SEJA VIVIDO PLENAMENTE, SEM MEDOS, ANGÚSTIAS, PERCALÇOS OU DISTÂNCIAS, AFINAL, AMOR É PRA SENTIR E VIVER JUNTINHOS...Beijos e tenham uma linda semana...

P.S.: Tem fotos retiradas da Internet, assim como tem fotos minhas, não sei colocar nome dos autores, mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS...

sexta-feira, 18 de maio de 2012

The loneliness of waiting, the pain of the passion our personal expectations ...A solidão da espera, a dor da paixão nossas expectativas pessoais...


Tentativas de recomeçar, reinventar o que já foi, melhorar o novo, de transpor a dor da solidão, a expectativa da espera...

Mais uma semana se passou, hoje já é sexta -feira, percebo como dizia o poeta rebelde Cazuza, que de fato, "O tempo não pára..."
Vou tentando seguir em frente, vou tentando saborear cada minuto do dia, do momento 
vivido, procurando a cada segundo, ser uma pessoa melhor, me policiando para jamais cometer os mesmos erros, só que....me deparo perdida em meus pensamentos, caindo na cilada da solidão...solidão ora desejada, ora intrusa, que insiste em invadir minha vida,de forma inclemente, como se fosse mais que um momento, uma penitêcia, uma prova de paciência... 
Hoje o dia estava lindo e caminhei no final da tarde...como sempre, ouvindo música, pensando em coisas, situações, conversando com o Criador  e tirando fotos com meu celular...
pensei em vários clichês, de uma música de uma banda que desde menina, gosto muito.. e olhe que faz tempo isso...(Titãs), paixão antiga....Epitáfio

"Queria ter aceitadoAs pessoas como elas são Cada um sabe a alegria E a dor que traz no coração...Devia ter complicado menos Trabalhado menos Ter visto o sol se pôr...Devia ter me importado menos Com problemas pequenos Ter morrido de amor...Queria ter aceitado A vida como ela é A cada um cabe alegrias  E a tristeza que vier..."

Nossa, como esses clichês mexem comigo, sabendo dona e senhora de minhas perdas,vendo o pôr-do sol com certa calma inusitada,coisa que raramente faço, e olhe que caminho diariamente, mas hoje, hoje senti um peso a mais...o peso da solidão...Sim,  me senti só...só comigo mesma no momento que eu  revivia mais uma vez, o que já vivi, as alegrias, desejos, paixões, saudades...hoje  a solidão foi uma intrusa, uma invasora no meu mundo particular...


E com ela veio a dor...a dor das memórias...Ah, lembranças... e logo pensei em uma pessoa genial, a qual segui os conselhos todos dela, assim errando muito, perdendo muito, fato que me fizeram crescer, amadurecer, coisas que já mencionei aqui, nesse humilde espaço que uso para conversar comigo mesma e compartilhar...pensei  em um texto da Clarice Linspector...e seu trecho final...
Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude, de novo. Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda !
Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não
vale a pena
!
Fiz tudo isso...ou quase...agora, o que me falta fazer é viver o RISCO, percebi, que na vida tudo é um risco...Posso ter tempo, todo tempo do mundo, até quando Deus quiser, ,mas sei que a espera é um risco...risco de se esperar pelo que não virá...e isso dói...
Dói,porque sou movida a amor, sou alimentada pela paixão, e o desejo sempre me consome...sou ansiosa, mimada, inquieta, sei lá...simplesmente esperar é uma aula extenuante de paciência...porque tudo que eu quero, eu toda vida quis logo, quis agora, e hoje, estou aqui...esperando...esperando...Mas o pior é mesmo, é sentir como se estivesse vivendo em uma noite sem fim ... 
o amanhecer nunca chega(e olhe que até o filme da saga Crepúsculo já chegou e chegou faz tempinho...)
Mas .. estou , esperando, esperando, excercitando o amor, a paixão, o desejo, a paciência, a espera...estou esperando...vou esperar, como disse antes, tenho tempo...E "O tempo vai passando nos relógios...encontro os seus beijos toda hora,segundo por segundo na memória..." (Titãs)
Muito complicado, reaprender tudo, uma nova forma de viver, pensar, agir, reagir...Algumas coisas não mudam, o amor não morre, a paixão não se apaga, o desejo não se esvai, mas as expectativas nos fazem meio que infantis, só que ainda me falta sonhar...ainda preciso sonhar...Voltei no fim da tarde da minha caminhada...pintei minhas unhas com Toulouse, da Realce e Sol da Hits...minhas unhas estão se quebrando muito, apelei para cores claras...
E ainda esperando, desejando, até lavei e sequei os cabelos, pois com o vento frio, a maresia está inclemente, seu cheiro peculiar forte...sinal que o inverno, a estação que mais amo está aos poucos, se apresentando...A D O R O !!!!!!
Hoje, lembrei muito de Gérberas, uma flor que amo muito e me traz lindas recordações...Hoje, desejo apenas sonhar...ainda quero ter sonhos lindos e realizados posteriormente...Quero VIVER MAIS, AMAR MAIS, SER MELHOR,  muito melhor do que sou...e amar, amar e amar...Esse é o meu desejo do dia...
Beijos a todos e tenham uma noite linda, maravilhosa....
P.S.: Tem fotos retiradas da Internet, não sei colocar nome dos autores, mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

TO BE, OR NOT TO BE....Ser ou não ser....


 
Questionamentos diários da vida , pela vida....escolhas...Ou,....Ou...

Passei 2 dias sem postar nenhum texto, nem o da segunda-feira, dia que eu mais gosto, nem ontem, uma terça chuvosa, que me rendeu uma máxima alegria...Sim, pois temos momentos de alegrias, que fazem nossa vida, por mais complexa que esteja, por mais triste que estejamos, por mais vazia, que esteja, a vida nos oferta surpresas...
fiz meu exame e deixei ele fechado por uns dias...ontem, fui ao médico entregá-los...
Que alegria.
Estou livre do peso da condenação... basta dietas com grão integral, isenta de gordura animal, como tenho feito, , vitaminas E e C e  os invasores(nódulos) irão diminuir...Isso é ALEGRIA....Saber que se está bem...
Interessante como há pouco tempo atrás eu não pensava assim...questionava tudo, a vida, as pessoas, jogava para o alto coisas, pessoas, situações que me faziam feliz  por nada, como diria uma sábia pessoa... impulsividade...
Pouco me amava, acreditava que a vida, esse DOM PRECIOSO,  não era nada, que não valia a pena viver...Foi um tempo cruel, cruel comigo, cruel com pessoas amadas, cruel com tudo e todos...
O que mudou? TUDO!!!!!  Tudo mudou e mudou para melhor, porque decidi me amar mais, amar a vida que é tão gratificante...

E daí veio a pior parte.. a dor das perdas...Perdi tudo...bens, amores, respeito das pessoas, pois gente impulsiva não merece respeito...Me sentia indigna..
Foi então que descobri que nas perdas também se ganha...GANHEI...dignidade, honra, amor à vida, e passei a desejar ser uma pessoa melhor, pois vivi o dilema.."Ser ou não Ser..."e percebi que fazemos nossas escolhas com a Liberdade que nos foi dada, mas muitas vezes(assim como eu fiz), escolhemos mal...
Gosto muito dos poemas de Cecília Meireles, principalmente os infantis, pois durante mais de uma década, lecionei para crianças, e um de meus preferidos era Ou isto ou aquilo...
Ou isto ou aquilo
Ou se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!
 
Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!
 
Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.
 
É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

 
Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.
 
Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.
 
Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.
E é incrível, descobrir que vivemos esse dilema por toda vida..."É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!"
Mas hoje, eu sei bem o que quero...e sei também o que não quero fazer...Sei o valor de cada coisa, aprendi a viver com pouco, quase nunca saio desvairada comprando...pelo contrário...mas isso não é mesquinharia...amo coisas lindas, belas, amo sapatos, bolsas, mas aprendi nas minhas perdas, que tudo é efêmero...As únicas coisas permanentes são sentimentos, atitudes boas e paz...
Viver vale a pena sim, mesmo que tenhamos que fazer escolhas complexas ou viver momentos de espera, lutas, perdas...Viver é o conjunto do bom com o ruim, do bem com o mal, é a luta constante pela vivência e sobrevivência, ...É valorizar coisas que aos olhos de muitos, nada valem...
O que há de mais valoroso na vida? O AMOR...".Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.
Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim..."
ele simplesmente diz que o amor não há porquês, não há razões, regras a serem seguidas,basta que ele complete a pessoa que ama e que é amada
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.
Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor. 

Aqui o poeta compara o amor com a morte,pois o amor contribui para nosso crescimento ou para nossa poda. O amor possui caminhos difíceis e agrestes, mas nada nos dá mais força e nos tira a mesma se não o amor,pois ele nada mais quer que atinjamos toda a sua plenitude e isso implica sentir, viver,morrer e amar por amor.
Gostei muito da análise que li em um blog(
http://aclj-aclj.blogspot.com.br/2010/02/analise-da-poesiaas-sem-razoes-do-amor.html) dessa estrofe do meu poema favorito... As sem razões do amor...(Drummond)... 
E eu volto a repetir... eu te amo porque te amo...

Desejo do dia?????????? Sonhar...preciso sonhar...preciso voltar a acreditar nos meus sonhos...e ter sonhos lindos...beijos.. até a próxima.......

P.S.: Tem fotos retiradas da Internet, não sei colocar nome dos autores, mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS...

domingo, 13 de maio de 2012

how to explain what is inexplicable in the face of life como explicar o que é inexplicável diante da vida que segue...O que eu posso querer, sem infringir a condição humana, o sofrimento...that goes on ... what can I want, without infringing the human condition, suffering ..

Vida, ah, minha vida....quando a gente aprende sem ninguém explicar o que se deve fazer....


Hoje é mais um domingo...mais um...hoje foi um dia que sequer percebi como estava o tempo, se havia sol, se o dia estava gris, como gosto tanto, apenas tirei fotos(2) e uma delas é desse 
hibisco, que é uma das coisas que tanto amo,flores...essa é uma de minhas preferidas, além da Primavera,
 que me faz lembrar coisas boas, lindas...
Mas hoje, passei o dia pensando  que, de fato, o sofrimento é realmente uma condição humana...
sofremos desde o nascimento, crescimento, pois a vida é o caminho para a morte, a morte dessa vida que vivemos hoje...
É pelo sofrimento que aprendemos nossas maiores e também piores  lições, o que nos faz ora, aprender a ser pessoa melhor, alcançando melhor a paciência, tolerância, serenidade, temperança, humildade, nobreza de caráter, tomamos consciência do outro ao nosso lado ou redor, ora, nos tornam mais frios, secos, endurecidos, amargos, rancorosos e frustrados com tudo e todos, tudo dependendo do uso do nosso livre-arbítrio, que também é parte da natureza de nós, indivíduos.
Em muitos dos meus textos, eu falo sobre aprender a viver, a perder quando se ganha, ou ganhar quando se perde...
Muitas vezes,percebo que perdi e meu coração se amarga, mas logo vem um outro pensamento...Perdi, então, é necessário que eu aprenda a ser uma pessoa melhor, para que o que eu tanto amo e prezo, eu não perca jamais, mesmo que o que perdi seja irrecuperável, infelismente...



Mas eu sou teimosa, por natureza, também, e sonho,sonho com o que eu faria, quando vivesse uma situação já vivida,(tipo Deja Vú)...
Eu extravasaria tudo que sinto(coisas boas, sentimentos bons) demonstraria tudo que não demonstro, em muitas ocasiões...
São coisas que não aprendemos com os nossos pais,ou nas escolas que freqüentamos, aprendemos com a vida, com o sofrimento, (muitas vezes colhendo o que plantamos, mas nem sempre), com a vivência no cotidiano...
Em uma música do Biquini Cavadão..."Mas nunca me disseram, o que devo fazer, quando a saudade acorda a beleza  que faz sofrer, nunca me disseram como devo proceder, chorar, beijar te abraçar, é isso que quero fazer..."
A maior beleza de todas, não é a física, ao contrário do poeta, eu discordo que a beleza é fundamental...ou até concordo, pois sempre há beleza quando amamos... sempre quando amamos vemos o belo, apesar de que naturalmente tendemos primeiro a amar o belo...
É paradoxal, (uma idéia contrária a outra), mas é real...
Mas o que hoje, depois de passar por esse dia "em brancas nuvens", ainda parafraseando "Vinicius", eu percebi que não posso de modo algum deixar de ter esperança, deixar de sonhar, deixar de amar o belo...amo artes (Picasso, Monet, Manet, Van Gogh, Veermer, Dali, Tarsila, khalo, Neruda, G.Garcia Marques, Vinicius, Cecília Meireles, Bandeira, e  tantos outros...)
Amo bolsas, sou apaixonada por sapatos...olha só.. fui nas minhas amigas Meiry e Cléo (a cada 3 semanas esmalto minhas unhas com a Cléo, uma artista... tinha uma mulher com um par de sapatos lindos lá...Perdi a vergonha e humildemente pedi para tirar uma foto do sapato dela que achei um espetáculo...


Aliás... falando em unhas... esmaltei as minhas unhas semana passada com Magenta, da Ludurana... 
Ontem, passei Melancia, da Colorama...unhas curtas, andam judiadas, pobrezinhas...
Enfim...aqui estou eu, com uma música que não me sai da cabeça..."Eu carrego comigo, a grande agonia de pensar em você(MEU BEM) , toda hora do dia, eu carrego comigo..."..."Talvez, escreva um poema, no qual grite o seu nome..."(Biquini Cavadão)


Meu desejo de hoje? Dormir e sonhar...sonhar com meu amor, sonhar com amor,  sonhar...."que o mundo é perfeito e que todas as pessoas são felizes..."(Legião Urbana), pois, eu "sempre quero mais de ti..."(Ira/Pitty)... Beijos e tenham um lindo início de semana...


P.S.: Tem uma foto retirada da Internet,a da paisagem,,  não sei colocar nome dos autores,TAMPOUCO NAS QUE EU MESMA TIREI... mas se sintam à vontade para mencionarem vossas autorias...afinal, meu desejo NÃO É PLAGEAR e sim, que cada um tenha seus créditos...BEIJOS...